Intangível

como a chuva que cai lá fora. Música aos ouvidos e o tempo suave que nunca mais voltou. Assim são as coisas mais bonitas da vida: intangíveis. O vento que sopra e esfria a noite, o calor humano que esquenta as manhãs mais frias. O sorriso daquela mulher quando enxerga aquele homem, espanta, arrepia. A vida vai passando sem que a gente perceba , juntando todos os cacos e coisas que julgamos ser imprescindíveis. Sem saber que tudo que digo aqui é intangível, sem motivo e sem explicação. Sem esperar que alguém leia ou ache interessante.

Intangível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s