Heroína

Você é luz depois do caos. Sol depois da chuva. Verão depois do inverno. Antídoto depois do veneno. Paz depois da guerra. Cura para o meu vício. O melhor de mim eu só soube depois de mostrar a você. Tenho medo de estar errado sobre nós, mas que culpa tenho se é tu que invades meus sonhos todas as noites? Você é o mais perfeito enigma que eu já encontrei, e a resposta não precisa estar subentendida. Não tive escolha, a não ser me entregar por completo. O meu sistema nervoso grita quando você se vai, e o cardíaco quase entra em pane. O mundo gira mais devagar quando estamos juntos distantes, e eu não me lembro de um resquício de felicidade antes de ter você aqui. Vários olhares atraentes me olham, mas só tenho olhos para você. Monopoliza meu carinho na tua atenção. Presta atenção no que diz a minha voz rouca e perdida. Só não se perca na minha música. Esquece o teu sorriso no meu travesseiro. Tranca teu abraço num baú que só nós dois temos as chaves. Lembre de mim quando menos merecer, pois é quando mais tu precisas de mim. Eu que tenho quase tudo, desaprendi como era ter alguém. Você vai, mas sempre volta para mim. Tudo parece não fazer sentido, e estranho seria se tivesse algum. Olhos fechados, frenesi sentimental que vai até você. Você disse tudo que eu tinha medo de ouvir, e depois de correr perigo, me sinto plenamente dono de mim. Seguro. Seguimos nossos passos em estradas diferentes, esperando que um dia nossos caminhos sejam um só. Será. Somos um só caminho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s