Engrenagem

Chovia forte na minha mente. Os pés úmidos no asfalto, a camisa encharcada. Andarilhos no escuro. Cover de Kings of Leon a todo vapor. No saguão, bebuns e musas. A percussão mais alto que o vocal. Até eu que não entendo de Acústica, notei logo de cara. Tudo funcionando como uma máquina perfeita, na mais perfeita logística; até que o pensamento viajou até você, que nunca esteve aqui. Na ausência se prova o quanto um sentimento é real. Mas na presença, tudo pode se intensificar. Quando deixo de ser eu e começa você? No meu maquinário sempre falta uma engrenagem. A válvula que faz o sistema funcionar em perfeita harmonia. O teu eu mecânico, estático, que nunca vem até mim. Eu nunca sei qual parafuso devo apertar. A peça desaparecida que nenhuma loja tem para vender. Saudade de quem eu nunca vi. Saudade de ti. O engenheiro de corações diz que o amor é um sexo que quase sempre pega fogo. Para ser engenheiro, não precisa ser mecânico. Vice versa. Tudo segue girando na roda da vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s