Falando com o Ego

Tanto fiz, que agora tanto faz. Minha vida é um ‘entra e sai’ de pessoas, eu sei. Muita gente entra nela, mas a proporção de saída é igualmente grande. Não peço para ninguém ficar, até facilito o adeus. Chega um ponto em que é preciso parar de bancar um Buda moderno, e pensar mais em si do que nos outros. Eu já percorri essa estrada do altruísmo, e olha só onde me levou: decepção, descaso, falta de camaradagem e claro, ilusão. Então tem sido assim, primeiro eu, depois quem estiver comigo. Meu bem estar não tem preço, e nunca terá. Se aceitar meus termos, ótimo, teremos uma baita amizade; porque não me doo pela metade, e não sei ser meio amigo. Se não, a porta está aberta. Só não fique no caminho, pois o vai e vem é constante, e cansei de ‘pra sempres’ que duram até depois de amanhã.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s