Piscina

– Onde o mundo só vê muros, eu vejo uma janela. A vida sem você é só um moinho de vento, e aqui a brisa sopra devagar.

Abraço será perder-se no seu olhar, quando me olhar de volta. Futuro do presente do indicativo: será você. Cada futuro é sempre, e parece que você sempre esteve aqui. Eu que nunca fiz planos, já até pensei em algo bom para nós dois. Cada música sintoniza sua frequência na minha mente, e o som arrisca fugir. Em vão. Não importa o lugar que eu visito, as pessoas sempre estão olhando para mim. Jeito discreto, sorriso malicioso, olhar de quem visitou o inferno e saiu vivo de lá. Quase sempre com fones de ouvido. Alheio. Coração cicatrizado dos hematomas e machucados do amor, e o pensamento viaja até você. Sob os olhos dos outros, mais um estranho. Sob o meu ponto de vista, mais um sobrevivente. Logo quando desperto, primeiro enxergo o escuro, depois você. Eu vejo um reflexo diferente na água, depois uma caveira e uma rosa. Um rabisco em preto e branco esperando para ser colorido, ou não. Singelo em sua forma, fixado ali na pele, sob um céu nublado. O dia começa, e eu imagino tudo outra vez. A vida ficou mais alegre desde que você me apareceu, como um sonho bom. Cheio de vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s