Instante

O instante existe hoje e sempre. Ele assume várias faces e várias vozes, como personagens numa peça de teatro. Às vezes se camufla de assassino, à noite. Corre pelas ruas como uma jovem fugindo de seja lá quem esteja perseguindo-a. Cauteloso e esperto, o instante sabe a hora de pedir um favor, ou a hora de simplesmente acontecer; e passar uma mensagem. Em alguns lugares, as crianças ainda brincam nas ruas, esperando o entardecer e o chamado dos pais, no instante em que a vista difusa e escura não enxerga muito além do que se vê. Trazendo suas armadilhas com o tempo, o instante pode ser tornar cruel, e obsolente. Com o tempo, o instante passa a ser um momento que dura mais, e tarda mais a prover outros momentos. Mementos. O instante não pergunta se tudo está bem, ou se você tomou café da manhã, se almoçou, jantou ou dormiu bem. Ele acontece e some, como as nuvens depois de uma chuva intensa, que dá lugar a um céu azul. O instante não pergunta se você foi demitido, se perdeu um grande amor, se foi roubado, se o governo te fode há anos. O instante não pergunta se você chorou, se perdeu uma pessoa próxima, ou até mesmo um familiar. Não pergunta onde você esteve, nem pra onde você pretende ir. Não liga pros seus erros do passado, nem para sua incerteza no presente. Não pergunta quantos amigos você tem, muito menos quantas pessoas você já conhececeu. Conhecer aqui, num sentido abstrato, pois conhecemos o que a pessoas nos querem mostrar, não o que elas são, de fato. (Como uma imagem no espelho, que nunca revela o que realmente é, e sim o que, geralmente, queremos enxergar.) Não pergunta suas angústias e nem os seus medos, muito menos quais são seus planos e sonhos. Não pergunta sobre a confusão que se passa na sua cabeça diariamente, não pergunta se você fracassou, ou sucedeu. Não pergunta se você bebe, fuma, trepa, se droga, come demais, trabalha demais, malha demais ou se estressa demais. Se é rico, pobre, asiático, branco, pardo, negro, indígena ou alien. Não pergunta o que você pensa sobre o problema de como resolver os seus problemas, e como isso é um grande problema. O instante é um grande problema. O instante é a vida. A vida é um grande problema. A vida, sem qualquer tipo de verossimilhança, em sua mais simples e pura definição. A vida é instante. Instantes. Vidas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s