Ninguém

Eu sou aquele do olhar distante e dos olhos com olheiras, aquele que tem astigmatismo e não usa óculos só de teimosia. Eu sou aquele que odeia a claridade, aquele que se sente perfeitamente bem nela. Eu sou aquele observando os canários da terra cantando na árvore, aquele que esquece do mundo enquanto está com fones de ouvido. Eu sou aquele que fica todo molhado de propósito na chuva só para sentí-la, aquele que demora meia hora no banho pensando mil coisas e nada. Eu sou aquele que crê cegamente em Deus, aquele que odeia qualquer tipo de religião. Eu sou aquele que quando se perde na noite não se encontra no dia, aquele que se perde na música mesmo que ela não seja do seu agrado. Eu sou aquele que adora chá de hortelã, aquele que bebe whisky sozinho quando está em casa sozinho à noite. Eu sou aquele que tem de tudo, aquele que sempre sente falta de algo e chega a conclusão que não tem nada. Eu sou aquele que arrebenta o limite do cartão de débito, aquele que diz que está sempre sobrando dinheiro. Eu sou aquele que tem dezenas de pares de tênis, aquele que sempre reclama que não tem pares suficientes. Eu sou aquele que ama tatuagens, aquele que nunca teve a determinação, audácia e dinheiro para fazê-las. Eu sou aquele que tinha os piercings, aquele que os tirou só de fogo no cu. Eu sou aquele que ama a moça dos cabelos levemente cacheados, aquele que prefere as de cabelo liso e comprido. Eu sou aquele que sonha viajar o mundo, aquele que onde quer que esteja nunca vai se sentir em casa. Eu sou aquele que mora sozinho, aquele que tem os vizinhos mais entranhos do universo. Eu sou aquele que ama a natureza, aquele que rejeitava ir pras fazendas do tios. Eu sou aquele que ama a vida, aquele que vive as coisas tão intensamente que às vezes sente que viver não é suficiente. Eu sou aquele que tenho duas irmãs de consideração, aquele que talvez realmente tenha duas irmãs. Eu sou aquele que foi adotado sabe-se lá como e por quê, aquele que ainda usa um sobrenome que não é do seu pai verdadeiro. Eu sou aquele que ama pizza de quatro queijos, aquele que não troca uma vitamina de banana e maçã por nada. Eu sou aquele que assiste vários seriados, aquele que não suporta ouvir falarem a palavra novela. Eu sou aquele que ousa escrever alguns textos, aquele que é eterno aprendiz da escrita e da leitura. Eu sou aquele que virou escravo dos seus próprios atos, aquele que vai conseguir sua própria abolição. Eu sou aquele que abraça, aquele que não tem abraços quando mais precisa deles. Eu sou aquele que tento fazer tudo da forma certa, aquele que sempre acaba estragando tudo. Eu sou aquele que escuta Tom Jobim, aquele que também escuta John Lennon e sua crupe. Eu sou aquele que fumava cigarros socialmente, aquele que não pode sentir cheiro de fumaça que já se sente atraído por um trago, mas se contém. Eu sou aquele que caminha solto pelas avenidas, aquele que adora andar de táxi. Eu sou aquele que ama e não é correspondido, aquele que já fez moças sofrerem pelo mesmo mal. Eu sou aquele que fala ‘se cuida’, aquele que no fundo queria cuidar. Eu sou aquele que tem infinitas complicações, aquele que sempre arranja uma solução simples pra tudo. Eu sou aquele que não tem limites, aquele que é escravo da própria liberdade. Eu sou aquele que é taxado de vagabundo, aquele que não vê a hora de começar a trabalhar e ser dono dos próprios passos. Eu sou aquele que tenta ver o bem nas pessoas, aquele que se decepciona por acabar sempre reparando no pior que elas tem. Eu sou aquele que deu um saque de borracha na testa da professora, eu sou aquele que odeia jogar vôlei. Eu sou aquele que gosta de programas mais lights, aquele que ama ver filmes de terror. Eu sou aquele que não conteve as lágrimas, aquele que tentou chorar sozinho em silêncio e não conseguiu. Eu sou aquele que dá os melhores conselhos, aquele que tem os piores problemas. Eu sou aquele que não dorme de noite, aquele que agora consegue dormir de dia. Eu sou aquele tipo que os pais avisam os filhos pra tomarem cuidado, aquele que é um anjo de pessoa. Eu sou aquele rapaz prendado, aquele que odiava lavar louça. Eu sou aquele que ama a mãe mais do que tudo, eu sou aquele que não conheço meus pais. Eu sou aquele que fez teatro, aquele que não se sente bem expondo suas ideias em público. Eu sou aquele que sonha conquistar o mundo, aquele que tem preguiça de aprender a dobrar as próprias roupas. Eu sou aquele que ama futebol, aquele que também entende de tênis e basquete. Eu sou aquele que tem infinitos defeitos, aquele que procura alguém que ame as suas imperfeições. Eu sou aquele que em outros tempos seria preso pela ditadura militar, aquele que tem a pele razoavelmente clara e um sonho de revolução. Eu sou aquele que criou o próprio inferno na terra, aquele que deseja ir para o céu. Eu sou aquele que odeia falar ao telefone, aquele que gosta de falar pelo telefone. Eu sou aquele que já perdeu vários parentes, aquele que reza por uns poucos que ainda se fazem presentes. Eu sou aquele que tem sede de vitória, aquele que não sabe aceitar bem uma derrota. Eu sou aquele que torce muito pela felicidade dos outros, aquele que é um poço de tristeza. Eu sou aquele que tem um universo de contradições, aquele que está começando a entender a vida. Eu sou aquela metade da laranja que não foi pra gaiola, aquela que sofre por ter perdido a sua metade e que não encontra outra equivalente, ou sequer semelhante. Eu sou aquele que tem mil manias, aquele que diz ‘cada louco na sua loucura’. Eu sou aquele que vê esperança nos dias de sol, aquele que encontra sua verdadeira força nos dias frios e nublados. Eu sou aquele que tem fé no amor, aquele que desistiu de procurar por ele. Eu sou aquele que tenta encontrar milhões de definições, aquele que não se define. Eu sou aquele que é de tudo um pouco, aquele que não é ninguém sem alguém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s