Fallen

Eu nunca sequer imaginei que alguém pudesse me fazer tanta falta, assim como você me faz. O script saiu do jeito que eu imaginava: alegria, sorrisos e compartilhando emoções. O semestre enfim terminou. Passei. Passamos. Com a mesma nota. Logo eu, que tenho tanta facilidade pra dizer o que sinto e penso, fiquei sem ter o que te falar quando me despedi. Tudo que eu sentia e ouvia era a batida agitada do teu coração, que batia rápido igual ao meu; ali no meio da multidão, seu abraço me protegia de tudo, eu me sentia seguro e não precisava dizer uma palavra sequer, tudo ficava subentendido. ”Vou sentir sua falta pra caralho, você sabe né”, foi o que eu consegui pensar na hora, assim meio  desrespeitoso de se ler e ouvir, mas com uma pureza contida que não há como mensurar. Segurei o pranto, não queria que visse um dos meus pontos fracos. Demorei um pouco pra olhar em volta e olhar pra trás, era tarde demais, você já não estava mais ali. Meus olhos começaram a arder e ficar avermelhados, criei coragem e comecei a subir a avenida rumo ao meu segundo lar. O vento soprava forte, e as pessoas me olhavam surpresas, umas enaltecidas, outras temerosas, outras simplesmente com ar de curiosidade. Minha face se voltava pra baixo, mas rapidamente se voltava pra cima, enquanto algumas lágrimas insistiam em escorrer pelos olhos. Ah, como os caminhos são estranhos longe de ti.

 

Já me deu uma saudade. 19 dias…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s