Cadin

20. O tempo que falta pra mover-se dali, longe dos seus fantasmas, de suas memórias malignas, problemas criados por ele próprio, outros não, até. Uma chance pra recomeçar do zero, longe do passado-presente. A cada dia nascer outra vez, nunca é tarde pra recomeçar. Uma chance de ser feliz; quem não quer ser feliz? É bom ter uma chance a mais. Que seja doce, que seja doce… Simples assim.

Anúncios

Um comentário sobre “Cadin

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s