Rosas e acúleos

É primavera, o sol brilha forte, arde no céu sem nuvens. A priori, um momento dificil, a posteriori, simples. Calculado no sub consciente, as horas passam rapidamente, mas parece que duram uma eternidade, nesse imenso mar de ideias mundanas. O telefone toca várias vezes, porém a voz que dele sai, não é a que gostaria de escutar. Helena pintou o cabelo, dessa vez de ruivo. Ela pensa no garoto do olhar distante, ao mesmo tempo que seu orgulho te trai e te joga no chão, te impede de sentir qualquer coisa, se não esse orgulho. Sozinha e carente, é assim que ela se sente a maior parte do tempo, sempre foi assim, continua sendo, sempre será. Se for preciso, ”as máscaras que caem com o tempo, nunca mais saem da memória”; em sua vil esperança esperança de ter algo que ela própria não merece possuir.

Às vezes o silêncio vale mais do que mil palavras. E assim sucessivamente, as palavras tornaram-se escassas, quase inexistindo. Olhares de pena. Ela se entretem com outras conversas, mas seu pensamento está distante dali, nos amores que perdeu, nos garotos que transou, nas bebidas que bebeu, nas roupas que tirou. Mesas sujas de bar. ”Sou uma vadia quando quero, e sou perfeitamente boa nisso” é o que ela pensa, quase em voz alta. Espinho, antídoto vencido, bijouteria, erva perturbadora guardada num bolso pequeno no canto da bolsa. Fez de sua vida uma prisão, da qual se tornou prisioneira por causa de seus atos e vícios. Pequenina rosa que tentei cultivar em meu jardim, tentei tirar seus acúleos, pararam dentro de mim. Hoje não doem mais, todas dores facilmente superáveis. Triste ver você nessa masmorra pessoal, sem vida.

Contudo, não sou jardineiro, muito menos mexo com bosta. Ficou sem cuidado, e sem adubo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s