The angel of the social network

Monday on Twitter, 10 PM, Apr 11th

A solidão e melancolia daquela segunda-feira invadiam seu espaço. Ela ‘twittou’ aos ceús pedindo um resgate. Precisava de alguém que a tirasse daquele silêncio, um estranho silêncio. Ela não queria escutar, precisava apenasler algo que fizesse sentido naquela noite. Aquele alguém tinha um username que causava uma sensação incomum, tão bobo que chamou a atenção dela, veio rápido acudir sua vontade. Desceu com ligeira delicadeza pelas nuvens que encobriam o céu daquela noite. Disse para ela ler suas frases, seus textos. Então ela leu e percebeu que aquelas nuvens a impediam de ver a lua, mas tinha recebido um anjo em ‘seus braços’. Alguém que conseguia dizer sem ao menos conhecê-la, o que ela sentia. Eles escrevia o que seus serenos olhos castanhos presicavam ler. Ela poderia escrever um livro onde os versos seriam diversas formas de saber o porqueê, e como ela ter encontrado aquele, que para ela agora, seria denominado ‘Anjo azul’.

Suas doces palavras a encantavam como ninguém conseguira encantá-la, e os seus olhos brilhavam só de vê-lo ‘aparecer’. Ela falou e falou, mas nada dizia, e a ideia de descobrir mais sobre ele estava deixando-a louca, pois ele era um tanto discreto. Ela gostava do seu jeito diferente, e gostava de todo seu mistério.  Estava com sede de saber sobre o anjo das sábias palavras. Passaram-se uns dias, e ela sabe pouco a seu respeito. Ele disse que se sente vazio em relação aos sentimentos, mas eu não consigo ver alguém sem sentimentos escrever tão bem com tanta profundidade.

Disse também, muita vezes, estar só. E eu estive também. A distância nos impede de olhar nos olhos, abraçar, tocar, mas sinto como se ele tivesse tocado a minha alma, e quando vou me deitar, acordo, flutuo em milhões de pensamentos alienados de nós dois. Agora estou completa, por alguém que nem mesmo sei a cor dos olhos, um estranho lindo. E já não me importo do mundo não me entender. Pois afinal, quem no mundo tem um belo anjo ao seu lado? Somente eu. E os outros anjos não conseguiriam ser tão belos quanto o meu.

Escrito por : Daniela Verçosa Marques.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s